Uruguai e Coreia do Sul ficam no 0 x 0 em jogo de poucas alternativas

Uruguai e Coreia do Sul ficam no 0 x 0 em jogo de poucas alternativas

Updated: 5 days, 13 hours, 43 minutes, 22 seconds ago

DQ

Danilo Queiroz

 (crédito: Jung Yeon-je/AFP)

(crédito: Jung Yeon-je/AFP)

O primeiro passo da caminhada de Uruguai e Coreia do Sul no grupo H da Copa do Mundo de 2022 foi moroso e de poucas emoções. Na manhã desta quinta-feira (24/11), os times sul-americano e asiático mediram forças no Estádio Cidade da Educação, em Doha. A partida foi de muita vontade das equipes na busca por um bom resultado, mas raríssimas chances claras para os dois lados. O resultado disso foi um empate por 0 x 0 que não empolgou e não foi positivo para ninguém.

Os uruguaios iniciaram o Mundial do Catar em um passo derradeiro de uma transição histórica. Após ter Oscar Tabárez no banco de reservas nas edições de 2010, 2014 e 2018, o time sul-americano disputou o primeiro grande compromisso sob a batuta de Diego Alonso. Participando da Copa do Mundo pela 11ª vez, os coreanos tentam concretizar o status de azarão por uma das vagas na chave que ainda conta com o poderoso Portugal e a africana Gana.

Indiretamente, o empate interferiu no futuro do Brasil na sequência da Copa do Mundo. Se avançar ao mata-mata, a Seleção terá como adversário nas oitavas de final justamente um rival do grupo H: caso seja líder, enfrenta o segundo colocado. Como o ponto somado por uruguaios e coreanos na primeira partida não indicou um favorito à classificação, a tendência é de definição apenas nas últimas rodadas.

O primeiro tempo não chegou a ter um domínio absoluto de nenhum dos lados, mas os coreanos foram melhores. O time asiático ficou com a bola no pé, mas pecou na busca por espaços. Aos poucos, o Uruguai entrou na partida e passou a rodar a área rival. O problema, porém, era mesmo: ineficiência no último passe das jogadas. Quando a Coreia do Sul ameaçou evoluir novamente, Hwang Ui-Jo perdeu lance na pequena área. Os uruguaios tiveram a melhor chance da partida na reta final da etapa inicial. Godín subiu alto, escorou escanteio e acertou a trave.

A ausência de criatividade seguiu como a principal característica do duelo no segundo tempo. Os times, mais uma vez, alternaram a posse de bola, mas faltavam recursos ofensivos no momento de infiltrar a defesa adversária. Durante um tempo, o Uruguai optou por lançamentos longos, mas sem nenhuma precisão. A Coreia do Sul tentou ser mais paciente, mas a lentidão na troca de passes também não casou grandes danos. Assim como no primeiro tempo, a melhor chance veio no fim. Valverde arriscou de longe e, outra vez, acertou a trave dos asiáticos.

Agora, coreanos e uruguaios se atentam ao complemento da primeira rodada do grupo H com o jogo entre Portugal e Gana. Em termos de sequência de jogos, o empate por 0 x 0 foi pior para o Uruguai. Na segunda-feira (28/11), às 16h, o Uruguai medem forças com os portugueses, no confronto de favoritos à classificação na chave. Viva na tentativa de ser uma zebra na corrida por um lugar nas oitavas de final da Copa do Mundo, a Coreia do Sul enfrentam o time africano, às 10h.

COPA DO MUNDO
Grupo H - 1ª Rodada
Uruguai 0 x 0 Coreia do Sul
Estádio Cidade da Educação, Doha, Catar

URUGUAI
Rochet; Martín Cáceres, Godín, José Giménez e Mathías Olivera (Viña); Vecino (De la Cruz), Bentancur e Valverde; Pellistri (Varela), Luis Suárez (Cavani) e Darwin Núñez.
Técnico: Diego Alonso

COREIA DO SUL
Kim Seung-Gyu; Kim Moon-Hwan, Kim Young-Gwon, Kim Min-Jae e Kim Jin-Su; Jung Woo-Young, Hwang In-Beom e Lee Jae-Sung (Son Jun-Ho); Son Heung-Min, Hwang Ui-Jo (Cho Gue-Sung) e Na Sang-Ho (Lee Kang-In).
Técnico: Paulo Bento

Gols: nenhum
Cartões amarelos: Martín Cáceres (Uruguai)