Santos perde do Flamengo em jogo com arbitragem polêmica e se complica – 26/10/2022

Santos perde do Flamengo em jogo com arbitragem polêmica e se complica – 26/10/2022

Updated: 1 month, 12 days, 15 hours, 36 minutes, 53 seconds ago

Flamengo e Santos fizeram um jogo movimentado na noite desta terça-feira, no Maracanã. O jogo serviu para a torcida rubro-negra se despedir do time, que agora embarca para Guayaquil, no Equador, em busca do tricampeonato da Libertadores – o time encara o Athletico-PR no próximo sábado, às 17h (horário de Brasília). Em campo, apesar do bom jogo feito pelos jogadores santistas, que reclamaram com muita razão da arbitragem, os cariocas fizeram valer o seu elenco milionário e venceram a partida por 3 a 2.

A primeira boa chegada do jogo foi do Flamengo. Aos 9 minutos, Ayrton Lucas recebeu na linha de fundo e tocou para trás. Marinho finalizou para boa defesa de João Paulo.

O Santos respondeu apenas aos 22, mas chegou com muito perigo. Camacho apareceu pela direita e chutou forte para boa defesa de Diego Alves, que voltou a ser titular no gol do Flamengo. No rebote, Jhojan Julio quase conseguiu a finalização.

O Flamengo tinha mais posse de bola e aos poucos, começou a empurrar o Santos para o seu campo de defesa. Aos 39, após boa troca de passes, Victor Hugo bateu firme, mas mais uma vez João Paulo se esticou todo e conseguiu defender.

Nos acréscimos do primeiro tempo surgiu o lance mais polêmico do jogo. Em um ataque do Santos, Camacho driblou e foi derrubado na área por Matheusinho. O árbitro André Luiz de Freitas Castro estava de frente, a apenas oito metros do lance e nada marcou.

Na sequência, o Flamengo seguiu em rápido contra-ataque, a bola sobrou para o próprio Matheusinho na direita. Ele cruzou rasteiro, com força, e Pedro marcou um lindo gol, de letra, sem chances para João Paulo.

Após muita reclamação, o VAR (Árbitro de Vídeo) não chamou a arbitragem e o lance foi validado, para festa da torcida do Flamengo e para muita irritação dos jogadores do Santos.

O time paulista começou o segundo tempo apertando o Flamengo. Aos sete minutos, o time do técnico Orlando Ribeiro chegou ao empate. Após escanteio cobrado na área, a defesa rubro-negra afastou o perigo parcialmente. Na sequência do lance, Camacho cruzou na área e Alex se antecipou à marcação de Pulgar para cabecear sem chances para Diego Alves – 1 a 1.

O empate fez o Flamengo acordar. O time chegou com muito perigo e quase marcou o segundo gol aos 22, mas mais uma vez João Paulo salvou o Santos, em defesa após chute de Everton Cebolinha.

O Santos quase marcou o gol da virada com Carlos Sánchez, em cobrança de falta aos 25 – a bola passou raspando a trave esquerda. A despedida da torcida do Flamengo da equipe, que agora se concentra na decisão da Libertadores no próximo sábado, queria a vitória e o time voltou a pressionar.

Aos 32, Matheus França tocou na entrada da área para Gabriel Barbosa. O atacante tocou de primeira para Arrascaeta, que dividiu a bola com o goleiro João Paulo. Marinho, ex-jogador do Santos, ficou com o rebote e marcou o segundo gol do Flamengo, para explosão da torcida no Maracanã.

O Flamengo ainda chegou ao seu terceiro gol. Aos 41, Arrascaeta tocou para Ayrton Lucas na esquerda, que passou pela marcação e tocou de volta para o meia uruguaio, já dentro da área. O ídolo rubro-negro dominou, driblou Alex e tocou no canto de João Paulo – 3 a 1.

Com o Maracanã em festa, o Santos ainda teve tempo para descontar. O argentino Carabajal recebeu pela esquerda, tabelou com Rwan e bateu colocado, no canto de Diego Alves, diminuindo o prejuízo. Mas o time não teve mais tempo para ao menos tentar o empate.

Com a derrota por 3 a 2, o Santos permanece com 43 pontos, na 12ª colocação e distante da zona de classificação para a Libertadores de 2023.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 3 X 2 SANTOS

FLAMENGO – Diego Alves; Matheuzinho, David Luiz (Léo Pereira), Pablo e Ayrton Lucas; Erick Pulgar, Everton Ribeiro (Arrascaeta) e Victor Hugo (João Gomes); Marinho, Pedro (Gabriel) e Everton Cebolinha (Matheus França). Técnico: Dorival Júnior.

SANTOS – João Paulo; Madson, Eduardo Bauermann, Alex e Felipe Jonatan; Rodrigo Fernández, Camacho e Ed Carlos (Carlos Sánchez); Ângelo, Marcos Leonardo e Jhojan Julio (Carabajal). Técnico: Orlando Ribeiro. Juiz: André Luiz de Freitas Castro. Amarelos: Rodrigo Fernández, Pulgar, Marinho, Léo Pereira, Camacho e Alex.

GOLS – Pedro, aos 49 minutos do 1º Tempo; Alex, aos 7, Marinho, aos 32, Arrascaeta, aos 41 e Carabajal, aos 52 minutos do 2º Tempo.

PÚBLICO – 42.527 pagantes.

RENDA – R$ 1.597.301,00.

LOCAL – Maracanã, no Rio.

.

Compartilhe isso:

Twitter

Facebook