Quem é Renata Silveira, primeira narradora da Copa na Globo?

Quem é Renata Silveira, primeira narradora da Copa na Globo?

Updated: 12 days, 11 hours, 19 minutes, 12 seconds ago

Renata Silveira se tornou a primeira mulher a narrar um jogo da Copa do Mundo na TV aberta. A locutora de 33 anos, com oito de carreira na comunicação, fez história na última terça-feira (22), durante a transmissão de Dinamarca x Tunísia na Globo, com um passo importante para a igualdade de gênero na televisão brasileira.

continua depois da publicidade

“Pela primeira vez, depois de muitos anos, teremos uma narração feminina na Copa do Mundo em TV aberta. A Globo transmite Copas desde 1970. Então hoje é um dia muito especial” disse Renata Silveira, na abertura da transmissão do jogo entre Dinamarca e Tunísia na Globo. A estreia foi com o pé direito, dobrando a audiência da emissora.

Ela é formada em educação física e fez pós-graduação em jornalismo esportivo. Começou a carreira na narração ao vencer em 2014 um concurso da Rádio Globo. Como prêmio, narrou dois jogos pela Copa do Mundo naquele ano. A estreia na televisão foi pela Fox Sports para narrar jogos da Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

continua depois da publicidade

A contratação pela Globo ocorreu em dezembro de 2020. Tornou-se, naquela ocasião, a primeira narradora da história da empresa. Desde então, fez diversas transmissões tanto na TV aberta quanto fechada. A estreia narrando no futebol masculino foi em abril, na narração de Ceilândia x Botafogo, pela terceira fase da Copa do Brasil.

Renata é a única mulher escalada para o time de sete narradores do Grupo Globo para a Copa do Mundo do Catar – além da TV aberta, há aqueles que marcam presença no SporTV. Completam o elenco: Galvão Bueno, Luís Roberto, Cléber Machado, Luís Carlos Júnior, Milton Leite, Gustavo Villani e Everaldo Marques.

continua depois da publicidade

Pupila de Galvão Bueno

Renata Silveira é considerada a pupila de Galvão Bueno na Globo. Tanto que, em agosto, ganhou uma homenagem do “padrinho” em sua participação no É de Casa. O veterano fez a novata cair no choro com seu depoimento: “Está chegando para fazer a primeira Copa dela quando estou fazendo a minha 11ª na Globo. Se estou ansioso, imagina você”.

"Que presente especial, não esperava mesmo. Galvão é a grande referência quando a gente fala em inspiração e narrador. Além de ter toda a técnica, ele vende emoção como ninguém. É um grande desafio chegar um pouquinho perto do que ele faz."

Renata Silveira

Locutora por acaso

Ainda na entrevista ao É de Casa, ela afirmou que a narração de jogos surgiu por acaso em sua vida. “Sempre gostei de futebol, tinha o sonho de trabalhar com isso, mas não narrar uma partida, acredito por nunca ter visto uma mulher fazendo isso. Em 2014, surgiu um concurso, me inscrevi. Não tinha base nenhuma, mas fui estudar, fazer curso e tudo é prática”, detalhou.

continua depois da publicidade

Balé clássico

O que muitos não sabem é que, além da carreira no esporte, Renata é bailarina profissional, já se apresentou em palcos importantes e até oferece bolsas de balé clássico em um projeto social que mantém em Bonsucesso, no Rio de Janeiro, para meninas e meninos, entre 9 e 12 anos, cujas famílias não podem pagar a mensalidade.

Renata Silveira é casada e tem um filho

Renata Silveira é casada com o empresário Leandro Guimarães. Os dois têm um filho, Bernardo, de apenas 8 anos. Nas redes sociais, ela mostra a rotina em família, além das viagens que eles fazem pelo mundo. No Instagram, há registros por Paris e Londres, além de destinos brasileiros, como as Cataratas do Iguaçu, no Paraná. Confira uma dessas publicações:

continua depois da publicidade