Quais podem ser as estratégias para o Athletico vencer o Flamengo e ganhar a Libertadores?

Quais podem ser as estratégias para o Athletico vencer o Flamengo e ganhar a Libertadores?

Updated: 3 months, 15 days, 19 minutes, 16 seconds ago

O técnico Felipão sugeriu em entrevistas que pretende congestionar o meio-campo para evitar que o time carioca tenha o controle da posse de bola no setor

Sites de apostas e jornais esportivos como Deu no Poste estão de olho no que vai acontecer no próximo sábado, às 17h (horário de Brasília), em Guayaquil, no Equador. Como se sabe, a data marca a final da Libertadores da América, entre Athletico e Flamengo.

O clube carioca chega à decisão como grande favorito a mais um título do torneio continental, e o time comandado por Felipão tenta surpreender. Para isso, terá que fazer mais um grande jogo, assim como as duas partidas na semifinal contra o Palmeiras, quando venceu em Curitiba e empatou jogando em São Paulo.

O Flamengo vem embalado de mais uma conquista, o título da Copa do Brasil, nos pênaltis, diante do Corinthians, em um Maracanã completamente lotado. Já o Athletico tem oscilado no Brasileirão. A equipe está na 6ª colocação, com 51 pontos e vem de derrotas para o Bragantino, por 4 a 2, jogando fora de casa, e para o Palmeiras, por 3 a 1, na Arena da Baixada.

Agora, as atenções estão voltadas todas para a final da Libertadores e possível conquista inédita da competição. O time já chegou à final em 2005, mas acabou derrotado pelo São Paulo. Agora, o time paranaense tenta escrever uma nova história na competição.

Para isso, terá de vencer um time que vive boa fase e tem recuperado o futebol que encantou o Brasil em 2019. O Flamengo tem conquistado títulos importantes nos últimos anos e seus jogadores vivem boa fase. Como se não bastasse Arrascaeta, Gabigol, Pedro e Everton Ribeiro, jogadores que vêm do banco de reservas, como Everton Cebolinha e Vidal também têm sido decisivos. Como Felipão e seus atletas podem evitar a derrota?

Em entrevista coletiva recente, Felipão deu a entender que pretende congestionar o meio-campo para evitar que o time carioca tenha o controle da posse de bola no setor e possa criar jogadas. A ideia é ter o maior número possível de atletas protegendo a área e, ao mesmo tempo, ter força no contra-ataque.

"Se vamos colocar três ou quatro jogadores de meio ainda não posso afirmar. O Alex (Santana) tem um estilo e pode ser útil em uma situação de jogo. Definir só na última semana", completou.

No jogo contra o Bragantino, alguns pontos de atenção foram considerados pela comissão técnica. O primeiro deles foi a falha do zagueiro Pedro Henrique no primeiro gol do time paulista. Outro que também foi alvo de críticas foi o xerife Thiago Heleno. Assim, a exibição ruim da dupla preocupa diante de um adversário tão qualificado.

A entrada de Cannobio também não deu certo e a chance do jogador ser titular contra o Flamengo é baixa. Felipão deve optar por uma linha de frente mais rápida, com Vitinho e a sensação Vitor Roque. Um meio campo robusto, com Fernandinho e Alex Santana, é o mais provável.

O elenco do Athletico embarca para o Equador na quarta-feira. O time terá que fazer uma partida quase perfeita para derrotar o embalado Flamengo. Erros e falhas podem custar caro diante de um time tão qualificado. Será que o Athletico conseguirá, enfim, conquistar sua primeira Libertadores na história? A resposta será conhecida no sábado.