Do Bronx admite incômodo com ataques de Makhachev e Khabib: "Desrespeito"

Do Bronx admite incômodo com ataques de Makhachev e Khabib: "Desrespeito"

Updated: 1 month, 17 days, 6 hours, 54 minutes, 21 seconds ago

Após passar pela balança e superar o trauma, Charles Oliveira fica apenas no aguardo para a importante luta contra Islam Makhachev acontecer. Neste sábado (22), em Abu Dhabi (EAU), 'Do Bronx' encara o russo no 'main event' do UFC 280 para definir o novo campeão do peso-leve (70 kg) e está motivado a voltar a ocupar o lugar mais alto da divisão. Além de ter a oportunidade de reconquistar o cinturão da categoria, o brasileiro também possui a chance de calar o oponente e sua equipe de uma vez por todas no octógono.

Em entrevista ao canal oficial de Daniel Cormier no 'YouTube', Charles abriu o jogo e revelou que se sentiu desrespeitado com a postura agressiva de Makhachev e Khabib Nurmagomedov no pré-luta. Vale pontuar que o ex-campeão do UFC já havia expressado sua insatisfação com o 'trash talk' do russo e seu time. Enquanto Islam questionou a coragem de 'Do Bronx' para enfrentá-lo, duvidou que o mesmo bateria o peso para o combate e reclamou de sua demora para chegar em Abu Dhabi, o ícone do MMA afirmou que o brasileiro seria esmagado pelo amigo e que o compatriota iria montar no maior finalizador da história da liga como se fosse um cavalo. É bem verdade que, em duelos anteriores, o paulista também foi atacado pelos rivais, mas confessou que, dessa vez, as declarações do atual oponente o incomodaram mais.

"O jeito que eles tentaram vender a luta, lógico, a gente aprendeu que todos querem vender a luta para ganhar dinheiro, mas do jeito que eles venderam a luta, venderam de uma forma muitas vezes desrespeitosa. Tanto do Makhachev, quanto do Khabib, do técnico, mas todos têm que entender que na hora da luta, só vai ter um lá dentro, os outros não vão estar. Com certeza, houve muito desrespeito com a minha pessoa, mas não estou em aí para o que esses caras falam ou deixam de falar. Na minha equipe, todos acreditam na minha vitória, como todos da equipe do Makhachev vão acreditar na vitória dele, isso é normal, mas o jeito que se fala, o tom que se fala, é um jeito complicado de se falar. Esses caras me desrespeitaram em alguns momentos que falaram algumas coisas", declarou o ex-campeão do UFC.

Charles Oliveira, de 33 anos, vive sua melhor fase no MMA e possui uma sequência de 11 vitórias, sendo dez pela via rápida e as mais recentes sobre Dustin Poirier, Justin Gaethje e Michael Chandler. Conhecido no esporte pelo jiu-jitsu de alto nível, 'Do Bronx' mostrou que sua trocação também representa uma ameaça aos oponentes. Atualmente, o brasileiro é o líder do ranking do peso-leve do UFC, mas não possui o cinturão da categoria por conta de uma falha na balança. Seu cartel profissional é composto por 33 vitórias, sendo 30 pela via rápida, oito derrotas e um 'no contest' (luta sem resultado).