CRB vence e rebaixa o Operário para a Série C do Brasileiro – 21/10/2022

CRB vence e rebaixa o Operário para a Série C do Brasileiro – 21/10/2022

Updated: 1 month, 16 days, 11 hours, 53 minutes, 15 seconds ago

Depois de quatro anos, o Operário está de volta para Série C do Campeonato Brasileiro. O rebaixamento foi sacramentado na noite desta sexta-feira, quando o time paranaense perdeu para o CRB por 2 a 1, em partida realizada no estádio Rei Pelé, em Maceió (AL), pela 36ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com 34 pontos, na 18ª colocação e faltando duas rodadas para o fim da competição, o Operário não tem mais condições de deixar a zona de rebaixamento. Só pode chegar a 40, enquanto o Novorizontino, primeiro fora do Z-4, em 16º, já tem 41. A vitória leva o CRB, que chegou a sonhar com acesso, ao décimo lugar, com 49 pontos. O placar em casa reabilita o time alagoano depois da derrota para o Guarani por 1 a 0.

A derrota é fruto de uma péssima campanha do Operário na Série B. São sete rodadas sem vitória na competição. A última vitória aconteceu em 3 de setembro, quando venceu o Londrina por 1 a 0, pela 28ª rodada. Desde lá foram três derrotas (Cruzeiro, Guarani e Vasco) e quatro empates (Bahia, Vila Nova, Chapecoense e Brusque). Em 36 partidas, o time venceu apenas sete, empatou 14 e perdeu outras 15.

O Operário, campeão da Série D em 2017 e da Série C em 2018, se junta a Náutico e Brusque, também rebaixados na noite desta sexta-feira.

O CRB fez valer o fator casa e pressionou o Operário desde o início. E demorou apenas seis minutos para abrir o marcador. Aos seis minutos, Fabinho recebeu assistência de Anselmo Ramon e tocou na saída de Thiago Braga, marcando seu oitavo gol na Série B.

O Operário, embora tímido em campo, conseguiu buscar o empate na sua segunda investida. Aos 20 minutos, Felipe Saraiva recebeu dentro da área e chutou forte. No rebote de Diogo Silva, Paulo Victor finalizou forte para empatar.

Se o início foi movimentado, o final do primeiro tempo a partida caiu de produção. O CRB tinha dificuldade em criar oportunidades e apostava em chutes de fora da área, principalmente com Guilherme Romão e Emerson Negueba. No final, quase veio o castigo. Ricardinho chutou de fora da área e o goleiro do CRB fez excelente defesa.

O Operário voltou disposto a se manter vivo na Série B e pressionou o CRB. Antes dos dez minutos, o time paranaense criou boas chances. A melhor dela, aos nove, após saída errada do goleiro Diogo Silva, Dirceu cabeceou e o zagueiro Diego Ivo salvou o gol em cima da linha.

O Operário seguia atacando e aos 18 minutos, Diogo Silva salvou o CRB em chute de Felipe Saraiva. O castigo veio aos 24 minutos, na primeira vez em que o CRB chegou ao gol do Operário. Juninho Valoura bateu falta pela esquerda e o experiente zagueiro Gum apareceu entre os zagueiros para desviar para o gol.

Após o gol, o CRB só administrou o resultado contra um Operário que sentiu o gol e pouco produziu ofensivamente até o final.

Nas duas últimas rodadas que ainda faltam, o CRB encara o Brusque nesta terça-feira, fora de casa, às 19h, e fecha sua participação diante do Bahia em Maceió (AL), às 18h30, no domingo (6).

O Operário visita o Sport na próxima sexta-feira, na Ilha do Retiro, às 19h, e faz sua última partida no domingo (6), quando recebe o Novorizontino, no estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa (PR).

FICHA TÉCNICA

CRB 2 X 1 OPERÁRIO

CRB – Diogo Silva; Reginaldo (Raul Prata), Gum (Matheus Mega), Diego Ivo (Wellington Carvalho) e Guilherme Romão; Marthã (Claudinei), Juninho Valoura e Rafael Longuine; Fabinho (Maycon Douglas), Emerson Negueba e Anselmo Ramon. Técnico: Daniel Paulista.

OPERÁRIO -Thiago Braga; Pablo Diogo (Arnaldo), Dirceu, Lucas Souza e Fabiano; Ricardinho (Rafael Chorão), Fernando Neto e Giovanni Pavani; Felipe Garcia (Kalil), Paulo Victor (Reina) e Júnior Brandão (Felipe Saraiva). Técnico: Matheus Costa.

GOLS – Fabinho aos seis e Paulo Victor aos 20 minutos do primeiro tempo. Gum aos 24 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Sávio Pereira Sampaio (DF).

CARTÕES AMARELOS – Claudinei e Guilherme Romão (CRB). Paulo Victor, Fabiano e Lucas Souza (Operário).

PÚBLICO E RENDA – Não disponíveis.

LOCAL – Rei Pelé, em Maceió (AL).

Compartilhe isso:

Twitter

Facebook