Com gol histórico de Cristiano Ronaldo, Portugal supera Gana por 3 a 2

Com gol histórico de Cristiano Ronaldo, Portugal supera Gana por 3 a 2

Updated: 13 days, 1 hour, 13 minutes, 48 seconds ago
Cristiano Ronaldo marcou o primeiro gol de Portugal contra Gana (Foto: Divulgação/FIFA)

Cristiano Ronaldo marcou o primeiro gol de Portugal contra Gana (Foto: Divulgação/FIFA)

Contando com o brilho de Cristiano Ronaldo, Portugal superou Gana por 3 a 2, na tarde desta quinta-feira (24), e assumiu a liderança do Grupo H da Copa do Mundo, no qual Coreia do Sul e Uruguai aparecem na segunda posição após empatarem sem gols.

No estranho Estádio 974 (o número é relativo à quantidade de contêineres encaixados que formam a praça de esportes temporária e desmontável), Portugal e Gana começaram suas caminhadas diante de mais de 42 mil torcedores.

No papel, Portugal tem um timaço. Na realidade, o técnico Fernando Santos (campeão da Euro 2016 e da Liga Europa 2019) parece ainda não conseguir extrair o melhor de cada um.

Por isso, tanta dificuldade em uma partida em que o time teve mais posse de bola, criou os melhores lances e viu o atacante Cristiano Ronaldo desperdiçar duas chances antes mesmo dos 15 minutos do 1º tempo, um passe no corredor central que ele não dominou corretamente e uma cabeçada para fora.

Aos 30 minutos, Cristiano Ronaldo recebeu na frente, o zagueiro de Gana desabou e o árbitro marroquino, naturalizado norte-americano, marcou empurrão. O camisa 7 ignorou o apito e ainda completou para as redes, mas o jogo estava parado.

De certa forma, a tônica do jogo mostrava Gana acuada, sem opções de saída de bola e até confortável em ficar se defendendo, garantindo o 0 a 0 (aliás, um resultado muito persistente nesta Copa).

No 2º tempo, Gana conseguiu se soltar. Aos 9 minutos, num contra-ataque muito rápido, Kudus arriscou rasteiro de fora da área e a bola passou rente à trave do goleiro Diogo Costa.

Aos 17 minutos, Cristiano Ronaldo se jogou na área de Gana, o árbitro marcou pênalti, mas os jogadores africanos pressionaram para que Ismail Elfath consultasse o VAR (árbitro de vídeo). O juiz deu de ombros para as reclamações e CR7 foi para a cobrança, perfeita, estufando as redes do goleiro Ati. Com este gol, o português se tornou o primeiro jogador da história ao marcar ao menos uma vez em cinco Copas diferentes.

Porém, a resposta não tardou. Aos 27 minutos, Kudus cruzou rasteiro e André Ayew, atacante do Al Saad (Catar) completou de dentro da pequena área: 1 a 1.

Aos 32 minutos, os portugueses recuperam a bola e tocaram para o garoto João Félix, atacante do Atlético de Madrid (Espanha), que foi parar diante do goleiro Ati e antes de dar um toquinho para marcar 2 a 1.

Gana perdeu totalmente a concentração. Os portugueses roubaram a bola e William Carvalho tocou na área para o reserva Rafael Leão. O atacante do Milan (Itália) apenas ajeitou o corpo e colocou a bola na chamada bochecha da rede do goleiro Ati: 3 a 1 aos 34 minutos.

Aos 43 minutos, os africanos voltaram a pressionar pela direita, aproveitando as falhas do lateral João Cancelo. Cruzamento para a área e Bukari, de cabeça, testou livre. O goleiro Diogo Costa nem se mexeu para diminuir para 3 a 2.

Para aumentar o nervosismo, o árbitro deu 9 minutos de acréscimo e o jogo ficou ainda mais faltoso. Mas o placar permaneceu sem novas alterações até o fim.

Os lusos venceram no sufoco, mas jogaram toda a pressão na segunda rodada para o Uruguai, adversário da próxima segunda-feira (28). No mesmo dia, Gana entrará em campo contra a Coreia do Sul precisando vencer a qualquer custo. O Grupo H promete fortes emoções.