A Black Friday é hoje, será que vale para turismo?

A Black Friday é hoje, será que vale para turismo?

Updated: 12 days, 14 hours, 51 minutes, 45 seconds ago
Homem vendo avião decolar

No caso de viagens, a pesquisa é fundamental, pois, com paciência, persistência e planejamento, é possível encontrar preços bem competitivos

(foto: Pixabay)

 

Por Isabella Ricci

 

Não é uma tradição brasileira, mas a gente bem que aproveita. A black Friday (ou sexta-feira negra) é tradição nos Estados Unidos desde o século XX. Um dia inteiro de super-descontos, logo após o também tradicional feriado de ação de graças por lá. Várias teorias cercam a data que ganhou o mundo, afinal, um dia de grandes volumes de compras pode operar verdadeiros milagres no comércio.

 

Já consolidada nos Estados Unidos, a black friday foi “exportada” para diversos locais do mundo. E, claro, algumas distorções foram acontecendo ao longo do caminho. E hoje é o grande dia! Mas será que a black friday também vale para viagens e turismo?

Desde que ficou famosa no Brasil, a sexta-feira dos descontos gera controvérsias. O grande volume de compras acontece geralmente on-line, e quem acompanha produtos e serviços sabe que nem sempre o desconto é real. Isso, nos últimos anos, veio gerando um desconforto nos consumidores, que veem na data muito mais uma ação de marketing, do que uma real oportunidade de compras.

 

No caso de viagens, a pesquisa é fundamental, pois, com paciência, persistência e planejamento, é possível encontrar preços bem competitivos! Porém, nem sempre estamos dispostos a navegar por inúmeros sites, e no final já nem lembrar qual foi o primeiro.

 

Portanto, ferramentas de busca e de comparação podem ser grandes aliadas nessa fase de planejamento da viagem. O principal mecanismo de busca de viagens do mundo é o Kayak , que concentra bilhões de pesquisas anualmente.

 

Para esta black friday, a plataforma disponibiliza o “detetive de preços”, ferramenta gratuita que verifica se a oferta que o viajante encontrou é realmente a mais vantajosa, comparando às localizadas em outros sites na web. Assim, o Kayak simplifica o processo de pesquisar realmente os melhores preços para o voo ou acomodação de quem planeja viajar.

 

Basta fornecer os detalhes da viagem, como o destino, datas e o valor, que a ferramenta compara o preço encontrado com ofertas de centenas de sites ao mesmo tempo. Em instantes, o Detetive vai "investigar" se o montante encontrado de hospedagem ou passagem é realmente o mais razoável, ou se há ofertas melhores disponíveis.

 

A ferramenta também verifica se a oferta encontrada não está mais disponível. Nesse caso, o Detetive de Preços mostra outras opções de preços em datas parecidas, ou mais, se existem datas mais vantajosas ou hotéis mais próximos aos buscados pelo viajante. 

Gustavo Vedovato, Country Manager do Kayak no Brasil, destaca a Black Friday como uma data que pode ser bem aproveitada para quem programa uma viagem. “Estamos constantemente aprimorando nossas ferramentas para que o viajante tenha uma experiência cada vez melhor no seu planejamento de viagens.

 

Com o Detetive de Preços não é diferente, você pode conferir se conseguiu mesmo o melhor negócio para seu voo e/ou hotel. Assim, você pode pesquisar, planejar e reservar a sua viagem com confiança, em um só lugar, e ter a certeza de ter aproveitado as melhores ofertas da Black Friday”, ressalta Vedovato.

 

Fazendo uma comparação entre 2019 e 2022, os dez destinos brasileiros mais buscados na plataforma para o mês de novembro, foram: São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Recife, Fortaleza, Porto Alegre, Maceió, Florianópolis, Brasília e Natal, com variações de preços entre um período e outro, que foram de 7% a 46%.

 

Já os destinos internacionais mais buscados no mesmo período foram: Lisboa, Buenos Aires, Miami, Orlando, Nova York, Santiago, Porto, Paris, Roma e Madri, com variação de preço médio que chegou a 35%. 

Além do detetive de preços a plataforma ainda tem diversas funcionalidades que ajudam o viajante a encontrar o menor preço. Mas como nem sempre o menor preço é que tem a melhor entrega, vale a pena ficar de olho nos horários de voos e conexões, para não comprometer a qualidade do deslocamento, especialmente se o período de viagem for curto.

 

Outra iniciativa que vale a pena, é conferir se o hotel que cabe no seu bolso está bem avaliado no Trip Advisor . Afinal, por lá dá para conferir as notas dos empreendimentos em diversos quesitos, e também verificar as fotos dos hotéis e restaurantes tiradas tanto pelos proprietários, quanto pelos viajantes. Pesquisa e planejamento são fundamentais para uma viagem sem dor de cabeça!

Quer saber mais sobre turismo, além de apenas dicas de viagem? Me siga no Instagram @isabellaricci.tur e acesse blogdaisabellaricci.com.br